• Emergência e Primeiros Socorros no local de trabalho

    Data de Início: Novembro    |    Duração: 14H    |    Local de Formação: Braga    |    Valor: 135€

    Destinatários

     

    • Dirigida aos trabalhadores em geral e prioritariamente aos trabalhadores responsáveis pela aplicação de medidas de primeiros socorros de uma empresa, estabelecimento ou serviço.

     

     

    Objetivos

    ð  Dotar os trabalhadores de conhecimentos e competências, adequados e específicos à realidade de trabalho da empresa, estabelecimento ou serviço, que permitam aplicar as medidas de primeiros socorros em situações de emergência que ocorram no contexto de trabalho;

    ð  Contribuir para minimizar as consequências adversas na saúde dos trabalhadores vítimas de acidentes e/ou de doença súbita no local de trabalho.

     

    Conteúdos Programáticos

    Módulo 1.  Enquadramento:

    1.1. Noções gerais

    ð  Primeiros socorros – conceito, princípios e objetivo(s) no contexto de trabalho

    ð  Principais aspetos legais relacionados com os primeiros socorros no local de trabalho

    ð  Sistema integrado de emergência médica (SIEM) – deteção, alerta, pré-socorro, socorro e transporte

    ð  Elos da cadeia de sobrevivência – comunicar, suportar, restabelecer e estabilizar

    ð  Referência aos efeitos do stresse, medo, pânico e/ou outros, e como estes podem interferir no desempenho do socorrista/trabalhador, assim como o que fazer para os superar visando uma adequada ação

    1.2. Aspetos específicos da empresa, estabelecimento ou serviço

    ð  Informação geral sobre o plano de emergência interno e o plano específico de primeiros socorros da empresa, estabelecimento ou serviço

    ð  Identificação de potenciais situações de risco que podem desencadear situações de emergência no local de trabalho e a importância de prestar os primeiros socorros

    ð  Conteúdo e localização da(s) caixa(s) de primeiros socorros

    ð  Conteúdo e localização da lista atualizada de números de telefone de emergência

     

    Módulo 2. Técnicas e procedimentos de socorro à vítima em situações de emergência

    2.I. Suporte Básico de Vida

    ð  Avaliação da segurança do local, da natureza do evento adverso e do potencial mecanismo de lesão da vítima

    ð  Avaliação da(s) vítima(s)

    - Avaliação dos sinais vitais (estado de consciência, de respiração e de circulação sanguínea) e dos sintomas (ex. dor, náuseas, vómitos, tonturas, sensação de frio e calor) da vítima

    - Intervenção a adotar perante a avaliação realizada (simulações práticas)

    - Prioridades a adotar na situação de emergência com várias vítimas

    ð  Principais dados/informações a prestar pelo socorrista/trabalhador quando aciona o pedido de socorro relativamente ao local e à vítima

    ð  Posição Lateral de Segurança (simulações práticas)

    ð  Informação sobre resgate e transporte de vítimas (politraumatizados)

    ð  Recomendações no socorro à vítima

     2.2. Socorro à vítima - situações específicas de emergência

    ð  Técnicas e procedimentos (simulações práticas) de avaliação e intervenção, que permitam reconhecer os sinais/sintomas da vítima e saber como atuar, designadamente para as seguintes situações:

    - Feridas (ex. por abrasões, cortes, lacerações, perfurações, avulsões, amputações e por esmagamento)

    - Hemorragia

    - Fraturas (ex.: na cabeça, pescoço e coluna vertebral), entorses, distensões, contusões e cãibras)

    - Lesões oculares

    - Queimaduras (térmica, elétrica, química)

    - Intoxicação por ingestão e/ou inalação

    - Hipotermia e outras consequências adversas para a saúde por exposição ao frio

    - Golpe de calor e outras consequências adversas para a saúde por exposição ao calor

    - Insolação

    - Asfixia

    - Hipoglicemia

    - Mordeduras e picadas – incluir informação relativa à reação anafilática

     2.3. Alertas gerais no âmbito da prevenção

    ð  Importância dos equipamentos de proteção individual na prestação de primeiros socorros (ex. proteção respiratória, luvas)

    ð  Importância das medidas de prevenção universal e específicas contra agentes biológicos relacionados com: o contacto sanguíneo e com outros materiais potencialmente infeciosos (ex. vacinação da Hepatite B); a eliminação de resíduos hospitalares decorrentes dos primeiros socorros)


     

    Enf.ª Sílvia Oliveira

     

    • Licenciatura em Enfermagem, pela Escola Superior de Enfermagem Calouste Gulbenkian – Braga;
    • Técnica Superior de Higiene e Segurança no Trabalho, certificado pela ACT – Autoridade para as Condições de Trabalho;
    • Responsável pela área de Risco Não Clínico (Segurança contra Incêndio; Segurança Interna; Emergência) e pela área de Saúde, Higiene e Segurança do Serviço de Saúde Ocupacional;
    • Formadora certificada pelo IEFP;
    • Formadora na área de Primeiros Socorros e Higiene e Segurança do Trabalho.

    << Voltar Inscreva-se